Granéis e contentores alavancam porto de Lisboa para crescimento acima dos 20%

Nos primeiros dois meses do ano, a movimentação de mercadorias no porto de Lisboa registou um aumento homólogo superior a 20%, confirmando assim a tendência de recuperação de carga que se assiste desde o final do ano passado. 

Segundo os dados hoje divulgados pela APL, foram os segmentos de granéis e contentores aqueles que mais contribuíram para este crescimento homólogo, com aumentos de 22% e 14%, respectivamente - com destaque para a subida de 60% nos granéis líquidos e de 12% nos granéis sólidos e para um aumento de 15% na movimentação de TEU!

Também a movimentação fluvial no porto de Lisboa está a crescer - esta que é uma das apostas da APL e do Governo para dinamizar o porto da capital. No caso, o crescimento de carga pelo Tejo registou um crescimento exponencial de 181% face a 2016, - com contributos decisivos de mercadorias como a colza, soja e milho que são transportadas do Terminal de Granéis Alimentares da Trafaria para o Terminal de Alhandra e para o Terminal de Granéis Alimentares do Beato.

Os números da APL mostram ainda que nos dois primeiros meses a carga embarcada (inclui a carga de exportação) aumentou cerca de 7% face a 2016, enquanto que o número de navios de carga e a respectiva arqueação bruta registaram crescimentos de 12% e 13%, respectivamente.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA