TCL investe 43 milhões no aumento de capacidade do Terminal de Contentores Sul de Leixões

O gabinete do Ministério do Mar revelou hoje que a capacidade do Terminal de Contentores Sul de Leixões será aumentada, após a obtenção de um acordo entre o concessionário privado TCL (detido pelos turcos do Grupo Yildirim) e o Estado - o entendimento entre as partes viabilizará «um investimento por parte do concessionário de 43,4 milhões de euros que deverá ser concretizado no prazo máximo de 42 meses», divulgou, via comunicado, o Executivo.

De acordo com o Ministério do Mar, foi assim dado «mais um passo na concretização da estratégia do governo para aumento da competitividade portuária, que prevê um aumento da capacidade de movimentação de carga que permita um acréscimo de 200% na movimentação de contentores nos portos do continente», explica o comunicado estatal. A capacidade será aumentada, dos actuais 490.000 TEU para os 620.000 TEU.

O investimento incluirá obras de ampliação do terrapleno (15,9 milhões de euros) e aquisição de equipamentos (27,5 milhões), assim aumentando a capacidade instalada e «dando resposta ao aumento de procura existente». O acordo alcançado prevê, adianta o comunicado, «o compromisso da concessionária de praticar um desconto comercial médio de 20% a aplicar sobre o tarifário máximo, tornando o serviço mais competitivo». 

O concessionário (TCL) encarregar-se-á da responsabilidade e do risco do investimento construção civil, «designadamente no que concerne a eventuais desvios de custos e riscos de projecto e de construção», esclarece o Governo. A concessão terá uma prorrogação de cinco anos, manterá as rendas devidas pelo concessionário à Administração dos Portos de Douro e Leixões (APDL) e o direito de reposição do equilíbrio económico-financeiro do concessionário, nos termos previstos no actual contrato.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA