Lisboa lidera crescimento dos portos até Abril

O porto de Lisboa foi o que mais cresceu, em termos percentuais, na movimentação de mercadorias nos primeiros quatro meses do ano, de acordo com os dados da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT).

Entre Janeiro e Abril, os portos do Continente movimentaram 33 milhões de toneladas, mais 12% que no mesmo período de 2016. O porto da capital avançou 20,6% e chegou aos 3,9 milhões de toneladas, com isso continuando a recuperar quota de mercado. A crescer e bem estiveram também Aveiro (mais 19,2% para 1,6 milhões de toneladas) e Sines (mais 16,5%; 18,1 milhões de toneladas). Em termos absolutos, o porto alentejano garantiu 65% da tonelagem acrescida.

Nos antípodas, o porto de Setúbal recuou 10,9% para 2,3 milhões de toneladas,e Viana do Castelo cedeu 3,9% para 143,7 mil toneladas. Faro é praticamente inexistente com menos de 40 mil toneladas.

Pelo meio, Leixões cresceu 6,7% até aos 6,2 milhões de toneladas, e a Figueira da Foz subiu 7,4% para as 668,3 mil toneladas.


Carga contentorizada lidera

Puxada pela carga contentorizada, a carga geral continuou a ser a que mais cresceu e a liderar os movimentos nos portos nacionais: foram 15 milhões de toneladas, mais 23,1% em termos homólogos. A carga contentorizada valeu só por si 12,7 milhões de toneladas (mais 28,9% em termos homólogos).

A ajudar ao resultado histórico estiveram também os granéis líquidos, com 11,3 milhões de toneladas movimentados (mais 5,4%). E até os granéis sólidos, com 6,7 milhões de toneladas (mais 2%).

Não por acaso, Sines é particularmente forte na movimentação de contentores e de produtos petrolíferos, e daí a sua quota de mercado global de 54,9%.Lisboa lidera crescimento dos portos até Abril


© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA