Tonnage tax - EXPECTATIVA DE «ATINGIR OS 40 NAVIOS EM TRÊS ANOS»


Com a entrada em vigor do novo regime especial de determinação da matéria colectável com base na tonelagem de navios e embarcações (a apelidado tonnage tax), prevê-se que os armadores da Marinha Mercante sintam um alívio na altura de acertar contas com o Estado, pois passarão a pagar, segundo a Ministra do Mar, em termos médios, cerca de metade daquilo que actualmente pagam. A medida, há muito desejada pelos armadores, foi aprovada no último Conselho de Ministros, a par de um novo regime contributivo.

Em declarações prestadas ao Diário de Notícias e ao Dinheiro Vivo, a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, explicou que este novo regime contributivo prevê que os descontos para a Segurança Social passem dos presentes 34,75% (11% para os trabalhadores e 23,75% para os empregadores) para apenas 6% (1,9% para os trabalhadores e 4,1% para os empregadores).

Para Ana Paula Vitorino, este passo tem como objectivo «criar condições mais atractivas para que os armadores registem os seus navios em Portugal, sejam portugueses que estão registados no Panamá ou noutro sítio qualquer, sejam armadores europeus, que escalam nos nossos portos».

Fonte: NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA