Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal


Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar, determinou um Concurso Internacional para Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal, no passado dia 2 de agosto, após conclusão do procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental, que recaiu sobre o Projeto Técnico de Execução e sobre o Estudo de Impacte Ambiental.

A “Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária 2016-2026”, foi apresentada em Setúbal, em novembro de 2016, pela Ministra do Mar, sublinhando “que o Projeto de Melhoria dos Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal é estratégico para o desenvolvimento deste porto e essencial para a sua inserção na rede “core” dos portos da União Europeia”.

Este projeto “visa adaptar o acesso marítimo à evolução qualitativa e quantitativa dos navios e às exigências requeridas em termos de segurança e desempenho operacional. Estimado em cerca de 25,3 milhões de euros, o projeto consiste num conjunto de dragagens de primeiro estabelecimento para aprofundamento nos canais de navegação de modo a permitir a entrada de navios de maiores dimensões e com maior calado”, comunica a APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra.

“Além do aprofundamento, este projeto inclui o alargamento do canal de acesso, permitindo o cruzamento de navios, e a criação de uma nova bacia de manobra, implicando um volume total de dragagem de 3,5 milhões de metros cúbicos de areia”, adianta a APSS. O concurso para Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal vai permitir que se ultrapassem “restrições de navegabilidade atualmente existentes”, assim como vai permitir “o Porto de Setúbal receber mais e maiores navios”.

Fonte: Transportes em Revista

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA