SINES - O 5.º PORTO EUROPEU QUE MAIS CRESCEU EM 2017 E SEM RIVAL NA ÚLTIMA DÉCADA


Em 2017 o Porto de Sines manteve a posição número 15 do ranking dos maiores portos europeus no que diz respeito à movimentação de contentores. Com um crescimento de 10,3% neste segmento, o porto português aproximou-se um pouco mais de Southampton, porto que manteve a mesma movimentação do ano anterior. A análise é do especialista Theo Notteboom.

Os números compilados por Theo Notteboom deixam ainda claro que o top3 europeu na movimentação de contentores permanece intocável – Roterdão (13,735 milhões de TEU em 2017), Antuérpia (10,451 milhões de TEU) e Hamburgo (8,820 milhões de TEU) mantêm os seus lugares no pódio, bem distantes de todos os outros. De resto, Roterdão reforçou de forma clara a sua liderança, com um aumento de 10,9% na sua movimentação face a 2016 – sendo o quarto porto que mais cresceu no top-15 europeu.

No total, os números mostram que, em 2017, os 15 maiores portos europeus de contentores acumularam um crescimento de 4,2% face a 2016 – uma evolução bem mais animadora do que o ligeiro aumento de 2,1% do ano anterior.

A crescer a dois dígitos estiveram apenas cinco portos nesta lista, entre os quais o Porto de Sines. O Porto de Barcelona foi, a grande distância, aquele que mais cresceu entre os maiores europeus, com um aumento de 32,7% face a 2016! Com 14,8%, o Porto de Génova foi o segundo europeu que mais cresceu, seguido de perto pelo Porto de Le Havre (14,5%). Roterdão e Sines, com os crescimentos já referidos, fecham esta lista dos cinco que mais cresceram.

Em quebra aparecem apenas quatro portos: Gioia Tauro (-12,4% face a 2016), Algeciras (-8%), Felixstowe (-5,1%) e Hamburgo (-1%).

Porto de Sines “pulveriza” rivais na última década

A análise de Theo Notteboom é feita também com um horizonte temporal mais amplo, comparando a evolução registada pelos 15 maiores portos europeus nos contentores entre o ano 2007 (pré-crise) e 2017. Ora, nessa análise o Porto de Sines não encontra rival.

Entre 2007 e 2017 o porto português aumentou a sua movimentação de contentores em mais de 1000% (!), sendo o grande exemplo de porto europeu emergente na última década. O que mais se aproxima desse crescimento é o Porto do Pireu, na Grécia, que cresceu 195% face a 2007. Todos os outros já tinham grandes movimentações de contentores há 10 anos atrás.

Top-15 sem grandes alterações em 2017

A análise deixa ainda claro que foram poucas as alterações significativas neste top-15 europeu. O destaque terá de ser dado ao Porto de Barcelona, que é já o 10.º maior da Europa, saltando da 13.ª posição que ocupava em 2016.

O Porto de Sines chegou a esta lista apenas em 2016 mas parece que veio para ficar.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA