Leixões soma recordes no quadrimestre
Entre Janeiro e Abril, o porto de Leixões registou os melhores resultados de sempre, com mais de 6,6 milhões de toneladas e perto de 24 mil passageiros.


Leixões continua em maré alta, sublinha a administração portuária em comunicado. E, de facto, a cada mês que passa o porto nortenho renova os máximos para o acumulado de 2019.

Na movimentação de cargas, os mais de 6,6 milhões de toneladas apurados representam um crescimento homólogo de 5%.

A carga contentorizada foi a que mais influenciou o resultado global, com um aumento homólogo de 12% em tonelagem e uma subida de 13% em número de TEU movimentados. Dois recordes.

Recorde foi também a movimentação de carga ro-ro, com uma subida homóloga de 19%. A carga geral avançou 14% e a carga geral fraccionada 12%.

Recorde foi ainda o movimento de navios, medido em GT. Em termos homólogos, o crescimento atingiu aí os 13%, com mais navios e de maiores dimensões a escalarem o porto nortenho.

Passageiros crescem 22%
Na vertente dos cruzeiros, o primeiro quadrimestre também correu de feição a Leixões, destaca a APDL, com uma subida de 22% no número de passageiros.

Ao todo, foram 23 854 os turistas que entraram no Norte pela porta de Leixões. Britânicos, alemães e norte-americanos representaram, juntos, 85% dos passageiros de cruzeiros.

Só em Fevereiro, realça a administração portuária, o número de passageiros mais do que duplicou em termos homólogos.


Fonte: Transportes e Negócios

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA