GARANTIA DA MINISTRA DO MAR
O Governo vai investir 38 milhões de euros na melhoria das acessibilidades marítimas, infraestruturas e na segurança e operacionalidade na entrada do Porto da Figueira da Foz, sendo 19,4 ME destinados a uma intervenção que "permitirá a remoção de três milhões de metros cúbicos de dragados da zona a norte do molhe norte do porto", que irão "alimentar os troços costeiros da zona sul", revelou a Ministra do Mar, este sábado.
Os trabalhos começam em 2020, ao abrigo de numa parceria entre a Administração do Porto da Figueira da Foz, a APA e a Câmara da Figueira da Foz.

Ana Paula Vitorino fez estas declarações no final de uma visita aos trabalhos de reforço dunar na praia da Cova Gala, deslocação que contou também com a presença do Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes.

Na segunda parte da visita  procedeu-se à apresentação dos projectos de mitigação dos riscos de erosão costeira, cheias e inundações, evento que decorreu no Espaço Cultural e de Convívio dos Pescadores de S. Pedro.

A governante aproveitou o ensejo para realçar que "iniciativas como a de hoje e a Estratégia para o Aumento da Competitividade da Rede de Portos Comerciais do Continente - Horizonte 2026 vão contribuir para a sustentabilidade das pessoas, das instituições e das gerações futuras".

Fonte :LUSA

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA