Terminal XXI de Sines quase duplicará até 2027
A PSA Sines tem oito anos para quase duplicar a capacidade do Terminal XXI. O contrato de renegociação da concessão foi assinado no sábado.
PSA SInes investirá 660 milhões no Terminal XXI

 

A Administração do Porto de Sines (APS) e a PSA Sines formalizaram o aditamento ao contrato de concessão do terminal de contentores de Sines, que prevê um investimento de 660,9 milhões de euros da concessionária na expansão e modernização do Terminal XXI, contra o prolongamento da concessão por 20 anos, e que permite o lançamento do concurso internacional para a construção do segundo terminal de contentores do porto alentejano (o Terminal Vasco da Gama).

Do investimento total previsto, cerca de 300 milhões de euros terão de ser aplicados, no máximo, até 2027. O que significa que a PSA Sines terá oito anos para ampliar a frente de cais do terminal até aos 1 950 metros (actualmente são 1 040 metros), instalar mais nove pórticos de cais “super post-panamax” (passarão a 19), reforçar a frota de pórticos de parque e ampliar a zona de parqueamento de contentores, dos actuais 42 para 60 hectares. A expansão da infra-estrutura ferroviária já está concluída.

Os restantes 363 milhões de euros serão investidos em renovação de equipamentos, ao longo dos 20 anos de concessão.

Com a expansão agora contratada formalmente, o Terminal XXI aumentará a sua capacidade dos actuais 2,3 milhões para 4,1 milhões de TEU/ano.

No âmbito da renegociação do contrato de concessão, a PSA Sines abdicou também  do direito de preferência ou exclusividade relativamente à construção e exploração de outros terminais de contentores em Sines. Sem o que o terminal Vasco da Gama não poderia avançar.

Fonte: Transportes e Negócios

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA