skip to Main Content

Assinalamento do 4º aniversário do falecimento do Cte. Miguel Conceição

Assinalamos mais um ano sobre o trágico acidente que vitimou o nosso colega Cte. Miguel Conceição, piloto da barra do Porto de Lisboa, no dia 28 de fevereiro de 2018.

Sim, já passaram 4 anos. O que foi feito?

Não tanto como gostaríamos. Aumentámos a consciencialização para os riscos inerentes à transferência do piloto de e para o navio, tanto ao nível dos pilotos como das próprias tripulações, sobretudo resultante do curso de formação inicial ministrado pelos ISN – Instituto de Socorros a Náufragos.

Depois deste curso, parece que caímos numa situação de “calma podre”, parece que já não nos lembramos que temos que ser proactivos e aumentar ainda mais a nossa cultura de segurança.

Continuamos a aguardar o desenvolvimento da 2ª fase da formação por parte do ISN; que a totalidade das recomendações feitas pelo GAMA – O Gabinete de Investigação de Acidentes Marítimos e da Autoridade para a Meteorologia Aeronáutica sejam cumpridas; como por exemplo a implementação da IMO Res. A960(23) por parte da DGRM – Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, os treinos regulares de “Homem ao Mar”, entre outros.

De relembrar que estas medidas não deverão ser exclusivas para o Porto de Lisboa, mas que deverão ser implementadas em todos os portos, pois poderia ocorrido em qualquer um dos portos nacionais.

Aliás, não se trata de um problema único de um, ou outro porto em Portugal, mas sim uma infelicidade que pode ocorrer, em qualquer porto do mundo. Ainda esta semana tivemos mais uma triste notícia do falecimento de um colega em Taiwan, onde debaixo de mau tempo caiu ao mar, tendo sido, apesar de todos os esforços por parte da tripulação da lancha de pilotos, impossível resgatá-lo em tempo útil à semelhança do que aconteceu em Cascais.

Vamos manter-nos resilientes em prol da nossa segurança, homenageando a memória do nosso colega Miguel Conceição, respeitando o sofrimento do seu filho Francisco e esposa Isabel, da sua família e amigos, e sobretudo garantir que os nossos não tenham que passar por tamanha dor e sofrimento.

Back To Top
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. View more
Cookies settings
Aceitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active
Save settings